9 Covers fantásticos e curiosos do Queen... Parece artigo de fã... e é.

Julgo que não há no mundo alguém que esteja mais careca que eu por tamanha ansiedade de assistir nos cinemas o filme Bohemian Rhapsody. Julgo que só conseguiria o inverso — nascer uma franjinha — caso também estivesse programado para este ano algum lançamento sobre The Beatles.

E como a ansiedade nos leva a busca por alívio, tenho mergulhado nos confins da internet em busca de sons que possam, mesmo que provisoriamente, acalmar este excesso de expectativa.

Separei aqui as minhas recém-descobertas de 9 covers fantásticos e curiosos do Queen

Na verdade, embora seja um grupo mundialmente tão amado, não existe uma tonelada de músicas cover do Queen por aí. Isso pode ser porque muitos artistas não estão dispostos a ver as suas vozes comparadas ao "THE BEST" Freddie Mercury que, indiscutivelmente, é o maior vocalista de rock de todos os tempos. Mas se cavar o suficiente, encontra algumas almas corajosas.

9. Bohemian Rhapsody — The Muppets

“Bohemian Rhapsody” é uma música muito difícil de ser executada. Mesmo o próprio Queen, devidas as várias camadas dos vocais de Mercury, achavam a sua execução ao vivo muito difíceis e usavam trechos pré-gravados. Mas se tiver coragem de tentar cantar “Bohemian Rhapsody”, é melhor que seja feito de feltro e algodão… Assim será menos julgado pelas suas falhas. The Muppets leva a canção ao ponto da tolice e do absurdo, e o resultado é uma interpretação realmente cativante.

8. Under Pressure — Foo Fighters

Os Foo Fighters nunca foram uma banda com medo de experimentar uma cover desafiador. Mas assumir os vocais de Freddie Mercury e David Bowie, este realmente foi um grande desafio. No Voodoo Festival em 2017, o baterista Taylor Hawkins assumiu o vocal com Dave Grohl e convidaram o baterista do The Darkness — Rufus Taylor, filho do fundador do Queen, Roger Taylor — para assumir as baquetas.

7. The Prophet's Song- Cellar Darling

Esta talvez seja a banda menos conhecida nesta lista pelo grande público. Composta por três ex-membros do folk metal Eluveitie, Cellar Darling decidiu pela interpretação de uma música não tão “popular” do Queen. Mas não pense que esta canção de 1975 é menos complexa. “The Prophet's Song” é considerada uma das músicas mais progressivas e vocalmente desafiadoras do Queen. A cantora Anna Murphy no melhor estilo Freddie Mercury não deixa nada a desejar.

6. Stone Cold Crazy- Metallica

Se “The Prophet's Song” é uma das músicas mais difíceis do Queen, “Stone Cold Crazy” pode ser, obviamente para quem tem MUITO talento, uma das mais fáceis. É a canção mais próxima de um rock explosivo com vocais tradicionalmente guturais que o Queen já produziu, mas também uma das mais pesadas. Isso a faz com que encaixe perfeitamente no som dos monstros do heavy metal Metallica, que fizeram a sua própria versão como um b-side para “Enter Sandman”.

5. Get Down, Make Love- Nine Inch Nails

Uma maneira de contornar a comparação vocal com Freddie Mercury é fazer uma versão radicalmente diferente. Essa foi a escolha que Trent Reznor fez para a versão do Nine Inch Nails de “Get Down, Make Love”, lançada inicialmente como b-side de “Sin” e mais tarde incluída como uma faixa bónus na remasterizados de “Pretty Hate Machine”.

4. We Are the Champions — Adam Lambert e Kris Allen

Pode-se afirmar que a versão de Adam Lambert e Kris Allen de “We Are the Champions” na final do American Idol, e acompanhados pelo próprio Queen, não é um dos melhores covers. Mas é óbvio que Lambert e a banda sentiram naquela noite alguma química no palco, tanto que desde 2011 Queen + Adam Lambert estão juntos. Allen pode ter vencido aquela temporada do American Idol, mas Adam Lambert levou o melhor prémio de consolação… E que prémio.

3. Bohemian Rhapsody — Música de Brinquedo — Pato Fu

A banda brasileira é conhecida no cenário do rock pela singeleza dos vocais de Fernanda Takai e de canções muito bem construídas pelo seu marido, o guitarrista e compositor John Ulhoa. No ano 2010 criaram um projeto muito interessante — disco, dvd e show — “Música de Brinquedo” onde tocaram grandes sucessos do rock nacional e internacional para os miúdos. Usando instrumentos infantis, brinquedos e sons inusitados criaram sonoridade peculiar, lúdica e infantil. Com o apoio nos shows dos vocais de dois monstrinhos, manipulados pelo grupo teatral Giramundo, e, acredito eu, inspirados pela versão dos The Muppets terminavam o show com uma cómica performance de “Bohemian Rhapsody”… A versão marcada pela sutil voz de Fernanda, ganha um tom de piada que vale a pena assistir.

2. Under Pressure — Annie Lennox e David Bowie

Muitas pessoas saíram para prestar homenagem a Freddie Mercury no Tribute Concert de 1992 no estádio de Wembley. Mas de todas as lendas que se apresentaram, tirando a nossa primeira posição, a noite foi de David Bowie e Annie Lennox, do Eurythmics, que fez um cover de “Under Pressure”. A dupla trouxe a sua melhor forma para homenagear o seu amigo e deixou o público de Wembley querendo mais.

1. George Michael

E para fechar com chave de outro, este é o primeiro lugos dos - 9 Covers fantásticos e curiosos do Queen. Para mim indiscutivelmente a melhor versão de todas. Naquele momento, assim como muitos fãs ainda sensivelmente órfãos de Mercury, vi a possibilidade de ter um frontman que fizesse jus a estar nos vocais do Queen. No Tribute Concert de 1992, George Michael deixou a todos paralisados quando de forma explosiva e comovente soltou a sua voz na frente da banda.

E você? Lembra-se de algum outro cover marcante do Queen? Comente sobre o artigo, indique outras interpretações para ouvirmos.

Também pode ver outros artigos que escrevemos sobre o Queen aqui:

O primeiro trailer de Bohemian Rhapsody

Top 10 bandas britânicas de rock dos anos 80

Deixe um comentário!