A lei que adapta pontos da Sharia e protege trans no Paquistão

Dispositivo é avançado, passou pelo Conselho de Ideologia Islâmica e foi aprovado no Parlamento, mas ainda precisa de sanção presidencial.

O parlamento do Paquistão aprovou na quinta-feira (9) uma lei que garante direitos fundamentais à população transgênero – termo que abrange as várias identidades de pessoas que não se identificam plenamente com o gênero que lhes foi atribuído ao nascer.

Deixe um comentário!