A música chora - Um dos maiores produtores de Rock no Brasil morre aos 56 anos

Talvez os menos "antenados" sobre a música só o conhecessem como o apresentador gordinho do programa televisivo "Ídolos", uma versão tupiniquim quase idêntica a "American Idol".

Imagem relacionada

Mas, muito além disso, Carlos Eduardo Miranda era um dos maiores produtores musicais do Brasil. E o rock , ou melhor, a música brasileira, chora a perda de uma das figuras mais importantes de nossa história.

Rock, música e história:

No começo dos anos 90 foi um dos fundadores do selo Banguela Records, que viria a revolucionar o rock nacional lançando material de bandas como Raimundos, Skank, Chico Science, O Rappa, Planet Hemp entre tantos outros.

Nos anos 2000, sua contribuição musical abriu novas fronteiras,  artistas de diferentes segmentos musicais foram produzidos pelas "batutas" de Miranda, entre eles, Nina Becker nos cds "Azul" e "Vermelho"... Uma preciosa pérola da MPB.

Especialmente ouça azul:

Também ouça Vermelho:

A perda para música

Devido a um mal súbito, no dia 22 de março Miranda vem a falecer deixando uma legião de fãs e artistas inconformados, não apenas com a perda de um grande artista, mas tanto quanto a  sensação de ficarmos órfãos de um dos caras mais carinhosos, bem-humorado, "irmaozão" e de seu afetuoso e "ursesco' abraço.

Nas redes sociais milhares de manifestações carinhosas de músicos, técnicos e fãs surgem a todo momento. Relatos de carinho ao amigo Miranda, dos casos pitorescos do Rock  que ele tinha prazer em contar, de suas estilosas chinelas, do seu sotaque arrastado que faziam até suas "broncas" se tornarem cômicas e mais singelas.

A música... O Rock está a perder

Figuras importantes do cenário do Rock mundial tem nos deixado, como a pouco tempo nosso grande Zé pedro da banda Xutos e Pontapés  e tantos outros mundo afora. A sensação que fica é de urgência!

Sim o cenário rock n' roll jamais vai morrer. Existem milhões de maneiras de encontrarmos material e bandas fantásticas principalmente na rede, digamos que hoje, o cenário se apresenta até mais diversificado e temos acesso a sons que antes jamais chegariam a nós porque não faziam parte do Mainstream da mídia em massa.

Ainda assim, é triste perceber que artistas como Miranda e tantos outros não são relembrados e reconhecidos em vida pela sua contribuição... Que muitos jovens, por consumirem apenas o que hoje é imposto por esta mesma mídia de massa, não tem ideia do mundo do rock e acha que este se resume apenas a artistas de várias décadas passadas...

Mas isso é assunto para um outro artigo.

A Arte e música de Miranda nas Redes

Como resultado desta grande perda, separamos aqui alguns Tweets de músicos, mas é gente demais a falar no assunto em todas as redes sociais que é praticamente impossível postarmos em um só artigo.

Provavelmente você goste de ler algumas palavras

View this post on Instagram

Acabamos de saber da passagem de um grande cara. Esse aí da foto, cercado por discos foi responsável por algumas das coisas mais legais que já aconteceram na música brasileira contemporânea. Carlos Eduardo Miranda era antes de tudo um amante da arte. Jornalista, músico, produtor e mais do que tudo, um grande agitador cultural com uma grande importância na nossa carreira e de tantas outras bandas da nossa geração. Produziu o nosso Acústico MTV, um dos discos do qual temos mais orgulho e era grande parceiro do nosso também saudoso Tom Capone, com o qual já deve ter esbarrado noutro plano e deve estar pondo o papo em dia. Vai em paz, irmão, força pra sua família e fique com a certeza de que você não veio a este mundo a passeio, sua obra por aqui é eterna! 🙏

A post shared by O Rappa (@orappa) on

Quer saber mais sobre Rock no Tugalink?

Indico a leitura do artigo: https://tugalink.com/referencia-mundial-do-metal-vive-em-portugal/

Mais sobre arte e cultura: https://tugalink.com/category/arte/

Deixe um comentário!