Deputados de SP aprovam projeto que diminui pena de presos que lerem a Bíblia

O Projeto de Lei nº 390 de 2017, aprovado em 2017, classifica a Bíblia não mais como um livro, mas sim uma coletânea de livros. O projeto, que diminui a pena de presos, foi aprovado em dezembro de 2017 e vetado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Na terça (29), os deputados derrubaram o veto.

Deixe um comentário!