Cuidado! Muitas vezes, a grama do vizinho é mais verde porque é falsa

grama do vizinho

A vida costuma nos revelar tarde demais um de seus maiores mistérios: a única comparação realmente válida é a de nós com nós mesmos. Soa óbvio? Reflita e verá que não é. Passamos décadas tentando burramente entender por que os nossos colegas de escola mais retraídos e, não raro, mais “vagais”, para usar um termo da minha geração, chegaram tão longe.

Pior: lamentamos, em vez de aplaudir.

VEJA O ARTIGO COMPLETO 

Deixe um comentário!